A A A

Foram dez as bancas que estiveram na Praça da Sé nos segundos e quartos sábados dos meses de junho, julho e setembro, com o objetivo de promover os produtos regionais da cidade de Bragança, num evento intitulado de Banca na Praça.

Esta incitativa não teve custos associados para o aluguer do espaço e as inscrições estiveram sujeitos ao tema que estivesse em vigor numa determinada semana.

Mas, apesar disso, houve à venda alguns produtos regionais, que não os estipulados para esse fim-de-semana, nomeadamente queijos e enchidos. Artesanato, pão, bolos, hortícolas, antiguidades e frutos secos foram os temas para os seis fins de semanas Hernâni Dias, presidente da câmara municipal de Bragança, disse, durante a apresentação da Banca na Praça, À comunicação social: Através desta iniciativa, o Município de Bragança pretende, acima de tudo, dar continuidade à estratégia de revitalizar e dinamizar a zona histórica e a economia da cidade. Com a Banca na Praça, trazemos expositores e produtores para a Praça da Sé, onde poderão vender os seus produtos nos meses de maior afluência de turistas.

 Banca na Praça foi mais uma aposta, de sucesso, do executivo Municipal na revitalização do centro histórico da cidade de Bragança.

O Município de Bragança promoveu, pela primeira vez, a Semana da Juventude 2014 – A Saúde Mental Importa –, de 5 a 12 de agosto, em estreita colaboração com o Instituto Português do Desporto e Juventude de Bragança, entre outras entidades, dedicada inteiramente aos jovens, pois é decisivo o investimento nesta população.

O portal das Bibliotecas de Bragança foi apresentando durante o I Encontro da Rede de Bibliotecas de Bragança, que decorreu nos dias 8 e 9 de Março e que juntou cerca de 200 participantes.

Atualmente, todos nós ouvimos falar de crise, contudo convém entender o seu verdadeiro significado. A crise é um conceito utilizado em vários ramos do saber, nomeadamente, na sociologia, na política, na economia, na medicina, entre outros. Mas a crise de que vamos falar pode ser definida, genericamente, como uma fase de perdas a vários níveis, verificando-se um profundo desequilíbrio económico, social e político.

O Teatro Municipal de Bragança celebra este ano 10 anos, 10 anos a dar espectáculo e a enriquecer culturalmente a nossa cidade.Para tal, e como é um ano de aniversário, no dia 13 de Setembro realizou-se o lançamento do livro “Teatro Municipal de Bragança – 10 anos”, que assinala todo o percurso desde a abertura do Teatro até aos dias de hoje, e à noite decorreu a estreia absoluta do espetáculo “Abade – a história de um Homem que andava a pé”, um projeto de parceria entre a comunidade brigantina e a Companhia de Teatro da Garagem, com a direção de Carlos Pessoa.

 

Moodle Appliance - Powered by Solemp